Mostrando postagens com marcador Russia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Russia. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Degelo no Ártico coloca oceano em centro de disputa internacional. Região concentra até 20% das reservas de petróleo


Por: Redação OD

Embora seja considerado o menor e mais superficial entre os principais oceanos do mundo, o Ártico se encontra no centro de uma das grandes disputas geopolíticas da atualidade e pode ser usado pelo presidente russo, Vladimir Putin, como instrumento de barganha para o cancelamento de sanções impostas pelo ocidente. Isso porque as geleiras que cobrem a região vêm se derretendo com o aquecimento global, o que dá origem a novas rotas marítimas que podem ser exploradas comercialmente. O professor Vicente Ferraro, do Laboratório de Estudos da Ásia do Departamento de História da USP (Universidade de São Paulo), explica quais fatores fazem do o Ártico um oceano tão importante no cenário internacional atualmente.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Piloto do segundo caça Su-25 conta como fez para dar cobertura ao Major Filipov abatido por terroristas na Síria


Por: Redação OD

O piloto que estava na ala do caça SU-25SM que era liderado pelo Major Roman Filipov, contou em entrevista  ao jornal do Ministério da Defesa da Russia, Krasnaya Zvezda, detalhes do ataque contra os terroristas em que o major Filipov perdeu a vida."Sua voz não tremeu quando eu o avisei: Estão te atacando! Sai daí! Alfa, alfa! Manobra!, contou o piloto. Segundo ele, Filipov respondeu calmamente: "Fui atingido… Atingido e sério… Fogo no motor direito… Vou para sul… O esquerdo também está parando… Chama a equipe de busca e resgate."

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Caça SU-25 da Força de Defesa Aeroespacial Russa, foi abatido neste sábado na província de Idlib por rebeldes



Por: Redação OD

Um caça Sukhoi SU 25 da Força de Defesa Aeroespacial Russa (Força Aérea) que sobrevoava a província de Idlib, ao norte da Síria, foi abatido neste sábado (3) por um grupo de rebeldes. De acordo com a equipe de monitoramento do Observatório da Síria para os Direitos Humanos, o ataque aconteceu em Khan, um município nas proximidades de Saraqeb. O ministério da Defesa de Moscou confirmou que o piloto conseguiu ejetar-se, mas não resistiu aos ferimentos. Até o momento nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque.

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Departamento de Estado dos EUA condenam possível ataque químico na Síria e falam que a Russia pode ser responsabilizada


Por: Redação OD
O Departamento de Estado dos Estados Unidos afirmou nessa quinta-feira (1º) que o governo leva "muito a sério" as denúncias que vem recebendo sobre um possível ataque com armas químicas na região de Ghouta Oriental, o principal reduto da oposição na periferia de Damasco, e advertiu que se as acusações procederem, a Russia também será considerada co-responsável. "Os Estados Unidos estão extremamente preocupados com um novo relatório obtido sobre o uso de gás cloro por parte do regime sírio para aterrorizar civis inocentes na região de Ghouta Oriental. Levamos muito a sério essas acusações e estamos investigando os relatórios", declarou a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, durante entrevista em Washington.

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Marinha dos EUA denuncia como "insegura" incidente com caça SU-27 Russo sobre o Mar Negro


Por: Redação OD

Um caça SU-27 russo voou perigosamente perto de um avião de reconhecimento da Marinha dos Estados Unidos nesta segunda-feira (29), informaram autoridades, ao reportar uma manobra que os militares americanos denunciaram como "insegura". O incidente ocorreu enquanto o avião-espião americano EP-3 Aries estava em missão no espaço aéreo internacional. A aeronave foi interceptada por um Su-27 russo, que se alinhou com a aeronave americana durante cerca de duas horas e quarenta minutos, informou a Marinha dos EUA em um comunicado. 

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Brasil e Russia próximos de assinarem acordo de cooperação para a venda de helicópteros Ansat e Mi-171A2


Por: Redação OD

Segundo um comunicado realizado pela Agência Federal de Transportes Aéreos Russos (Rosaviatsiyana última sexta-feira dia 12/01, onde dar-se conta que um memorando de intenções fora entregue pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), expressando junto a Agência Federal de Transportes Aéreos Russo um interesse mútuo de assinarem em breve um memorando de entendimento, o qual visa expandir as exportações de helicópteros russos. "A Rosaviatsiya e a ANAC confirmam o interesse mútuo em um acordo rápido para a celebração de um memorando dirigido ao apoio das exportações de equipamentos aeronáuticos russos, particularmente os helicópteros Ansat e Mi-171А2, bem como à intensificação do trabalho conjunto na área de certificação e apoio à aeronavegabilidade da aviação civil", explica o comunicado da entidade russa.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Empresa ODK-Saturn desenvolve motor naval para Marinha Russa, acabando assim com dependência pelos motores Ucranianos


Por: Redação OD

A empresa russa de fabricação de motores navais ODK-Saturn, completou os testes em três modelos de motores com turbina a gás, que serão destinados a substituir os equipamentos de fabricação ucraniana usados nos navios de guerra russos. "A dependência definitivamente terminou", assegurou o vice-ministro da Defesa russo, Yuri Borisov. "Estamos acompanhando de perto o progresso da criação dos motores russos com turbinas a gás, especialmente para as fragatas. O trabalho que iniciou-se em 2014 finalmente fora terminado logo após os motores terem passado pelos testes oficiais e obtiveram os certificados", explicou Borisov em uma coletiva. 

sábado, 6 de janeiro de 2018

Força Aérea Americana publica vídeo da escolta realizada em 2017 a dois caças Su-30 russos sobre o Mar Báltico


Por: Redação OD

A Força Aérea Americana publicou a filmagem da escolta realizada por Caças F-15 Eagle a dois caças russos sobre a região do Báltico. Segundo o Pentágono, os incidentes ocorreram em 23 de novembro e 13 de dezembro do ano passado. Na verdade o vídeo é uma compilação de vários trechos. Na primeira parte mostra como os pilotos americanos são acionados para uma emergência na base aérea lituana de Zokniai. Já a segunda parte mostra dois caças F-15 Eagle da USAF decolando para interceptar os caças russos Su-30, (supostamente estes caças seriam da Marinha Russia) sobre o espaço aéreo internacional do Báltico" no dia 23/11.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Frota do Mar Báltico da Russia irá receber em 2018 sistema S-400 Triumph, Caças Su-30SM e helicópteros Ka-27


Por: Redação OD

Segundo um comunicado do chefe do serviço de imprensa da Região Militar Ocidental para a Frota do Báltico, o Capitão-de-Mar-e-Guerra Roman Martov, "a modernização do material militar da Frota do Báltico prosseguirá, sendo que já em 2018 eles irão receber mais um complexo de defesa antimíssil S-400 Triumph” e acrescento que, em particular, a Frota receberá também um "novo navio ligeiro de mísseis do novo projeto". Assim a Frota do Báltico da Marinha Russa vem se preparando para aumentar suas capacidades de defesa antiaérea.

sábado, 30 de dezembro de 2017

Russia acusa os EUA de violarem tratados com a venda de sistema antimíssil "Aegis Ashore" ao Japão


Por: Redação OD

O vice-ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Ryabkov, acusou hoje os EUA de terem violado um importante tratado de armamento com a venda de um sistema antimíssil ao Japão. "Os Estados Unidos espalham os sistemas de defesa de mísseis pelas suas bases militares, perto das nossas fronteiras ocidentais (referindo-se aos sistemas colocados na Romênia e na Polônia), o que vai contra o tratado INF (Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio) de 1987, que proíbe a implementação de tais sistemas", disse Ryabkov, em um comunicado publicado no 'site' do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia. "O fato desses sistemas poderem agora aparecer nas fronteiras orientais da Russia cria uma situação que nós não podemos ignorar na nossa planificação militar", disse Ryabkov.

Raytheon ganha contrato com a USAF para o fornecimento de mísseis AMRRAM e com a Geórgia para mísseis JAVELIN


Por: Redação OD

A empresa Raytheon, uma das maiores fabricante de armas e afins dos EUA e que possui grande contratos com este governo na área de defesa, ganhou um contrato dUSAF no valor de US$ 634,2 milhões para a produção de um lote de mísseis ar-ar de médio alcance AIM-120 AMRAAM. Além dos mísseis o contrato prevê ainda, a produção de peças sobressalentes e de equipamentos para a telemetria dos mísseis. O prazo para o cumprimento do contrato está previsto para 31 de janeiro de 2020, especifica o Departamento de Defesa. Ainda de acordo com o comunicado publicado no site do Pentágono, a empresa também fora contemplada com alguns outros contratos, que envolve vendas de armas para países como Japão, Coreia do Sul, Marrocos, Polônia, Indonésia, Romênia, Espanha, Turquia, Bahrein, Catar e Geórgia

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Navios petroleiros russos estariam fornecendo combustível a Coreia do Norte em alto mar


Por: Redação OD

Navios petroleiros russos tem fornecido combustível para a Coreia do Norte, de forma clandestina no meio do oceano, ao menos em três ocasiões nos últimos meses, de acordo com fontes seniores europeias do Conselho de Segurança da ONU, o que estaria proporcionando uma salvação econômica ao recluso país comunista. As vendas de petróleo ou produtos de petróleo da Rússia, segundo maior exportador de petróleo do mundo e membro com poder de veto no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, violam as sanções da ONU, disseram as fontes da segurança. As transferências de combustível, ocorreram em outubro e novembro de 2017 e indicam que o contrabando da Rússia para a Coreia do Norte evoluiu para carregamentos no mar.

Vladimir Putin ratifica acordo com Síria para transformar o porto de Tartus em uma base naval russa


Por: Redação OD

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ratificou nesta sexta-feira (29) um acordo com a Síria para transformar o porto de Tartus, no mar Mediterrâneo, em uma base naval russa durante os próximos 49 anos. "O cumprimento do acordo responde aos interesses da Rússia, já que contribuirá para fortalecer a presença militar russa a longo prazo e para garantir a segurança na região", disse o governo russo em comunicado. Segundo o convênio, que será prolongado automaticamente dentro de 25 anos caso as partes estejam de acordo, a base poderá abrigar simultaneamente até 11 navios, incluindo os de propulsão nuclear.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Com agravamento da "situação de segurança" na região do Mar Báltico, Suécia vai criar regimento militar de caráter permanente


Por: Redação OD

O Governo sueco afirmou que, em 2018, irá criar o primeiro regimento militar desde o fim da II Guerra Mundial, a unidade irá contar com 350 soldados de caráter permanente tendo como base a cidade de Visby na ilha de Gotland, junto ao Mar Báltico, sendo ela a principal cidade da ilha, e sobre um prisma militar é a mais importante estrategicamente. O ministro da Defesa sueco, Peter Hultqvist, revelou que o agravamento da "situação de segurança" na região do Mar Báltico está por detrás desta decisão.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Russia’s Pacific Fleet Receives Fourth Project 21980 Anticommando Boat


The Project 21980 boat is designed to guard water areas and fight enemy naval commandos in the waters of naval bases and on close approaches to them. Russian MoD picture.
By: Wording OD

The group of sea area defense ships based in Kamchatka in Russia’s Far East has received a new Project 21980 Grachonok-class anticommando boat, Russian Pacific Fleet spokesman Captain 2nd Rank Nikolai Voskresensky said. The boat’s equipment allows detecting and shadowing underwater targets, he added. "This is the fourth Project 21980 boat delivered to the Pacific Fleet under the state rearmament program. The boat is designed to counter enemy underwater commandos and support friendly divers at naval bases,"Voskresensky said. 

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Departamento de Estado dos EUA divulgam lista de empresas de Defesa russas proibidas de fazer negócio nos EUA


Por: Redação OD

O Departamento de Estado dos Estados Unidos publicou nesta sexta-feira (27) uma lista com 39 empresas vinculadas a agências militares e de Inteligência da Russia com as quais não é mais permitido fazer negócios, de acordo com a nova lei americana, que rege estes tipos de empreendimentos. Na lista, entre as empresas, estão algumas muito conhecida, sendo até concebidas como os pilares da indústria de exportação russa, como o grande exportadora de armamentos em geral Rosoboronexport e o o ícone das armas de fogo a Kalashnikov, informou o Departamento de Estado.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Russia realiza testes com o seu novo blindado de reconhecimento PRP-4A Argus, na Síria


Por: Redação OD
veículo de reconhecimento, PRP-4A Argus, recentemente incorporado as Forças Armadas da Russia, cumpriu as suas primeiras missões ‘in loco’ na Síria, conforme anunciou a mídia russa. O Argus é dotado de um radar que permite direcionar o fogo de artilharia, de modo a atingir seus alvos independentemente das condições climáticas, mesmo com chuva, neve ou fumaça. O blindado é capaz de detectar inimigos a uma distância de 7 Km e blindados a uma distância de até 16 Km. Graças ao seu telémetro a laser, o Argus pode calcular a distância de um alvo situado em uma colina a uma distância de até 25 Km

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Militares russos anunciam o custo do novo kit de combate Rátnik -2


Por: Redação OD

Novo pacote de equipamento operacional Rátnik-2 (“Guerreiro”, em tradução livre) é um dos mais proeminentes projetos de modernização do Exército russo. “Cada conjunto de infantaria tem um custo mínimo de 200 mil rublos (cerca de R$ 11.000). O Exército russo já recebeu mais de 200 mil conjuntos do tipo, e os militares estarão totalmente equipados com o novo kit corporal de combate Rátnik-2 até 2020”, anunciou à agência de notícias Rossiya Segodnya o diretor-executivo do Instituto Central de Investigações Científicas de Engenharia de Precisão, Dmítri Semizorov.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Aviação de Longo Alcance da Russia realiza treinamento em grande escala


Por: Redação OD

A aviação de Longo Alcance (Bombardeiros Estratégicos) da Russia começou a realizar no extremo oriente do país, exercícios em grande escala desta Aviação. Mais de 20 aviões irão participar desse aprontamento, que irá utilizar cinco aeródromos e dois polígonos em diferentes regiões do país, conforme nota do Ministério da Defesa Russo. "No âmbito do aprimoramento, a divisão da Aviação de Longo Alcance, localizada no Extremo Oriente russo, iniciou manobras aéreas. Destas manobras participam bombardeiros estratégicos Tu-95MS, bombardeiros de longo alcance Tu-22M3 e aviões-tanque de reabastecimento aéreo IL-78", complementou o comunicado do ministério.

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

O perigoso combustível sem o qual o programa nuclear da Coreia do Norte poderia parar

Especialistas podem identificar pela cor das chamas qual combustível está sendo usado no míssil
Por: Redação OD

Se ouvir falar em UDMH, saiba: não é nenhuma nova droga sintética do momento, mas sim o potente e perigoso combustível que faz com que os mísseis da Coreia do Norte tenham um alcance cada vez maior. A sigla em inglês se refere à substância química dimetil-hidrazina assimétrica. "Temos certeza que a Coreia do Norte está usando o UDMH em seus mísseis", disse à BBC David Wright, codiretor do programa de Segurança Global da União de Cientistas Preocupados, organização sem fins lucrativos criada em 1969 por cientistas do MIT (o instituto de Tecnologia de Massachussets).